//
Você está lendo...
Clipping Pessoal

Reportagem da Rural Centro vence Prêmio Massey Ferguson 2012

Autora: Rebecca Arruda / Rural Centro
Publicado em 05/10/2012 

premiomassey

Há duas semanas anunciamos que a reportagem intitulada História da Raça: Nelore Pintado era finalista da 11ª edição de um dos prêmios mais conceituados do jornalismo, o Massey Ferguson. Dessa vez a matéria tem outro gancho, informar que a reportagem é a vencedora do prêmio na categoria internet. Na noite desta quinta-feira, 4 de outubro, o autor da matéria premiada, Andriolli Costa, apesar do texto impecável recebeu com certa surpresa o prêmio e, claro, muito entusiasmo, como ele conta a seguir.

“Eu fiquei muito surpreso, porque estávamos disputando com grandes repórteres a nível nacional, com reportagens de extrema relevância para o setor econômico, como por exemplo: tecnologia de combate à fome. Ao contrário da minha matéria, que era mais despretensiosa do ponto de vista econômico”, contou o jornalista.

Sobre a pouca expectativa de levar o prêmio, ele explica “O nelore pintado não tem aproveitamento de carcaça maior, ele é só uma alternativa, um animal belo que faz o produtor se apaixonar. Por esse motivo, mesmo achando a matéria boa, não tinha tanta esperança de ganhar. E de repente tocou uma música de suspense e lá estava o meu nome no telão, foi uma surpresa boa. Subi no palco e tirei foto com o cheque, com a diretoria, foi um dia especial”, recorda-se.

Com gostinho de vencedor que ainda é recente, Andriolli vive agora expectativas de uma nova ótica profissional e isso tudo aconteceu após uma observação feita por um dos jurados, que destacou em sua matéria justamente o oposto do convencional para conquistar o prêmio. “Conversei com um dos jurados para saber o que o motivou a votar na minha reportagem e ele me surpreendeu ainda mais quando disse que o mais atrativo na minha matéria foi a sensibilidade de captar a paixão do produtor pelo seu animal, pois não falei de vantagem econômica, ao contrário, descrevi a paixão do produtor pelo animal”, esclareceu.

Ainda segundo Andriolli, após a entrega do prêmio, durante uma breve conversa o jurado definiu exatamente o que ele quis transmitir ao escrever a matéria “A paixão do proprietário pelo nelore, é tal qual a paixão do dono de uma Ferrari pelo veículo”, diverte-se ao relembrar a frase de Carlos Henrique Carvalho, presidente executivo da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom)

Novo olhar pelo jornalismo rural
O jornalista tem agora a chance de olhar para o jornalismo rural com um novo ar, menos pragmático e técnico, e talvez mais sensível ao que o produtor vive na pele no dia a dia, como a paixão pela criação e pelas espécies.

Questionado sobre o que o prêmio agregará à sua carreira a partir de agora – além do polpudo cheque de R$ 10 mil – ele é enfático. “O prêmio me deixou com uma saudade muito grande da produção jornalística, afinal, atualmente estou de volta à academia – ele é mestrando em jornalismo pela universidade de Florianópolis – e participar de um evento desse porte, mais importante, vencer o prêmio, me trouxe a oportunidade de estar no meio de jornalistas renomados e isso me deu um novo gás para trabalhar na minha área”, relatou.

Para concluir, Andriolli – que atua há apenas dois anos como jornalista profissional – resume em uma frase o que o Prêmio Massey Ferguson passa a repercutir em sua carreira. “Saber que meu trabalho tem qualidade e pode competir com tantos jornalistas renomados com trabalhos excelentes, significa muito pra mim e vejo que a internet possibilita uma grande abertura aos profissionais da área, vide o meu caso”, conclui o premiado jornalista.

Corpo de jurados edição 2012
De acordo com a organização do evento o corpo de jurados da 11ª edição do Prêmio Massey Ferguson foi composto por:

Categoria Jornal: Luis Roberto Toledo – jornalista e ex-editor da Globo Rural
Categoria Revista: Carlos Henrique Carvalho – presidente executivo da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (ABRACOM)
Categoria TV: Gislaine Balbinot – assessora de comunicação da ABAG (Associação Brasileira do Agronegócio)
Categoria Internet: Antonio Carlos Moreira – gerente de comunicação da ANDEF (Associação Nacional de Defesa Vegetal)
Categoria Fotojornalismo: Nilson Konrad – fotógrafo
Categoria Estudantes: Marisa Aparecida Bismara Regitano d’Arce – professora do Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição da ESALQ/USP;
Categoria Mercosul: Elton Weber – presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (FETAG).

Anúncios

Sobre Andriolli Costa

Jornalista sul-mato-grossense em terras gaúchas. Atua principalmente nas áreas de jornalismo científico, cultural, rural e com estudos de Jornalismo.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter

  • Como Sócrates é um cuzão, heim? HAha, não dá pra conversar com ele. HAha, li Íon hoje, e o cara não dá desconto 4 hours ago
  • RT @OneRudeFlowers: Pantone picked Ultra Violet as colour of 2018. It's officially year of the Cyberpunk Bisexual Lighting. https://t.co/Q… 4 hours ago
  • Primeira página do artigo final da disciplina finalizada. HAha, o começo pra mim é sempre o mais difícil. Agora vai! 4 hours ago
%d blogueiros gostam disto: